Nova pirâmide alimentar

Conheça Como funciona o novo esquema de alimentação de pirâmide, a pirâmide de Walter C. Willett e entenda as diferenças entre elas.

Mulher comendo salada e salada voandoManter uma alimentação saudável é um dos focos de muitos indivíduos que desejam priorizar seu bem-estar e cultivar um organismo em bom funcionamento, fazendo com que o cotidiano e o dia-a-dia possam estar em perfeita harmonia com as práticas e atividades que devem ser cumpridas. Muitos conhecem a pirâmide alimentar, sendo que a mesma é considerada o esquema ideal para a alimentação de qualquer indivíduo, dispondo quais os grupos de alimentos que devem ser consumidos em grandes quantidades e quais aqueles que devem ser ingeridos esporadicamente. Com a mudança de hábitos e até mesmo a diferenciação de hábitos de acordo com as nações ou regiões do mundo, uma nova pirâmide alimentar foi criada, tornando-se a ideal para os brasileiros, apresentando todos os detalhes que devem ser seguidos e anunciando um modo saudável de viver.

Como funciona a pirâmide alimentar?

Prato com o que precisa comerA pirâmide alimentar é um material utilizado pelos nutricionistas e pelos interessados em manter uma alimentação saudável, sendo que a mesma apresenta as categorias de alimentos que devem ser consumidas em maior ou menor quantidade. O esquema da pirâmide alimentar funciona de forma a reunir os principais alimentos de cada categoria para apresentar uma noção aos interessados sobre quais os pratos e refeições que devem estar presentes diariamente ou que devem ser evitados, somente ingerindo-os em ocasiões especiais. A base da pirâmide acusa os pratos que devem ser consumidos diariamente, diferentemente do topo que disponibiliza quais os alimentos que devem ser ingeridos esporadicamente.

A pirâmide alimentar de Walter C. Willett

Pães e grãosPara que a alimentação de um indivíduo possa adequar-se aos seus hábitos e costumes atuais, uma nova pirâmide alimentar foi criada, sendo que a mesma, produzida por Walter C. Willett, disponibiliza uma fórmula perfeita para que os brasileiros possam cultivar uma vida melhor, além de serem aplicadas para diferentes outras nações, visando seu bem-estar. A nova pirâmide alimentar é constituída em alimentos funcionais, ou seja, estes que possibilitam não somente servir como fonte de alimentação e satisfação, porém também agindo como itens que completam a nutrição e distribuem outros benefícios adicionais para todos os consumidores, assim como a prevenção do aparecimento de doenças e complicações como o câncer ou o colesterol. O mesmo esquema é cultivado na pirâmide alimentar, sendo que a mesma apresenta os alimentos que devem ser ingeridos em maior quantidade na base da pirâmide e, com seu estreitamento, é possível notar quais os alimentos que devem ser ingeridos com menor frequência.

Diferenças entre a tradicional e a nova pirâmide alimentar

Enchendo a taça de vinhoHá várias diferenças que pode-se constatar em relação à pirâmide alimentar tradicional e o novo modelo lançado, sendo que um dos pontos principais é a questão dos exercícios principais estarem localizados na base, fazendo com que os mesmos sejam considerados essenciais no dia-a-dia para controlar o peso. O suplemento de cálcio, localizado próximo ao topo da pirâmide é uma novidade. A pirâmide, da base para o topo, segue com os seguintes grupos de alimentos: alimentos integrais, óleos vegetais, vegetais, frutas, legumes e oleaginosas, peixes/aves/ovos, suplemento de cálcio, carne vermelha/manteiga e arroz branco/pão/batata/massas e doces como indicação de consumo esporádico. Entenda melhor como funciona a pirâmide alimentar:

Saiba mais sobre a alimentação:

11/12/13 por Gabriele

   



Mais informações por email

Comentar