Leis de Newton e suas aplicações

Conheça as Leis de Newton, suas aplicações e entenda mais a fundo cada uma das três leis, suas teorias e as principais características.


capa-para-artigo

Os avanços da ciência e tecnologia são constantes, permitindo que os indivíduos que interessam-se por esta área possam pesquisar e realizar estudos inovadores com base naqueles que já foram criados antigamente, possuindo alguns ícones como ponto de apoio como uma referência. Newton foi um dos maiores ícones da ciência, sendo que o mesmo, com a criação das três leis de Newton, tornou-se muito renomeado e reconhecido por trazer novos experimentos e teorias que, até hoje, permanecem como verdadeiras.

         

Isaac Newton foi um cientista que nasceu em 1964, sendo que o mesmo também pode ser considerado um grande físico e matemático, além de astrônomo, alquimista e filósofo que também tornaram suas denominações. Um dos principais feitos de Newton foi a criação das três leis, sendo que estes estudos ocorreram em 1687, em uma época onde não havia muitas informações para a elaboração de seus estudos, partindo de vários princípios que puderam lhe auxiliar na concretização de sua teoria, explicando comportamentos que estavam relacionados com a física e com seus objetos. A importância das leis de Newton é considerada até hoje, sendo que a mesma, tanto para os estudiosos, quanto para os leigos, tornou-se uma base para o estudo ou conhecimento do mundo em que vivemos atualmente e de diferentes comportamentos e ações, seguidas por suas explicações.

1ª lei de Newton e suas aplicações

A primeira lei de Newton acusa que um corpo que está em determinado estado, irá permanecer no mesmo, ou seja, corpos que estão em repouso, irão permanecer em repouso, da mesma forma de corpos que estão em movimento, irão permanecer em movimento uniforme em linha reta, a não ser que haja qualquer interferência que cause a parada. Em um foguete, por exemplo, o mesmo segue em movimento mesmo quando os propulsores são desligados, com velocidade constante e seguindo uma linha retilínea.

primeira-lei-de-newton-esta-pronta

2ª lei de Newton e suas aplicações

A segunda lei de Newton acusa que é possível obter variações de movimento de acordo com as forças que são exercidas sobre determinado corpo, fazendo com que o mesmo oscile mediante ao aspecto que interfere nesta oscilação. Em um carro, por exemplo, é possível constatar que seu movimento não é uniforme, sendo que o motor do mesmo e o freio podem causar as variações e oscilações citadas, fazendo com que o automóvel possa movimentar-se mais lentamente, rapidamente ou permanecer em repouso.

segunda-lei-de-newton-esta-pronta

3ª lei de Newton e suas aplicações

A terceira,e última lei de Newton acusa que, para toda ação, há uma reação, além de que também é possível constatar que dois corpos, com ações mútuas, exercerão suas forças para lados opostos. Como aplicação desta lei, é possível destacar um profissional de nado, sendo que o mesmo empurra a água para trás, enquanto a mesma impulsiona-o para frente, ou seja, em direções opostas, como uma ação e reação.

tercedira-lei-de-newton-esta-pronta

As leis de Newton tratando-se de diferentes corpos e comportamentos físicos que podem ser constatados, com sua aplicação em diferentes locais e até mesmo podendo testar tais verdades atualmente, tornando-se um dos grandes avanços da ciência e descoberta, tanto há anos atrás, quando tais leis foram criadas, assim como atualmente, pois são carregadas até hoje como teorias válidas.

As leis de Newton estão entre os principais fundamentos da Mecânica Clássica. Para saber um pouco mais sobre o universo da Física, confira o canal com as aulas de Mecânica Clássica da Unicamp no Youtube:

Cursos Unicamp Física Geral 1 / aula 21

Leia mais sobre Newton

0 voto



Gabriele
06/12/13


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook

X
Curta a página