Derrame no olho: o que fazer?

Já ouviu falar sobre derrame no olho? Não? Então conheça mais a fundo sobre esse problema e como tratá-lo de maneira mais adequada.

Olho vermelhoHá uma série de complicações que podem atingir nosso organismo, algumas partes do corpo estão mais vulneráveis ao contato com bactérias e quaisquer outros tipos de substâncias ou consequências que possam gerar malefícios, podendo interferir até mesmo em nossa vida, gerando impossibilidades, tanto na vida pessoal, quanto no ambiente de trabalho. O derrame no olho, conhecido como derrame ocular, é um rompimento de pequenos vasos de sangue que estão localizados no olho, especificamente na conjuntiva, fazendo com que, como consequência, seja possível perceber uma grande mancha de sangue nos olhos, identificando o problema.

A conjuntiva, que foi tratada acima, é uma pequena camada transparente que possui a função de proteger os olhos, cobrindo toda a parte branca da visão, fazendo com que, com o rompimento, seja possível identificar esta mancha.

                       

Como identificar o derrame no olho?

Olho com derrame

Assim como citado acima, o derrame no olho é fácil de ser percebido, o indivíduo poderá observar este problema quando a mancha de sangue aparece. A mancha é avermelhada, possui a cor vermelha em sua forma viva, aparecendo em uma boa parte da parte branca dos olhos, fazendo com que afete, aproximadamente, mais da metade.

A sensação de aspereza também poderá ser sentida com o derrame ocular, a irritação também poderá afetar muitos pacientes, fazendo com que os mesmos sintam dor ao piscar, com a sensação de que o globo ocular está “raspando”. Não é possível identificar o derrame ocular pelas mudanças na visão, afinal este tipo de problema não causa qualquer tipo de malefício relacionado às alterações no olhar.

Causas do derrame no olho

Mulher coçando os olhos

Há uma série de causas que podem gerar o derrame no olho, processos que causam irritação, alergias e diferentes tipos de infecções podem levar ao caso extremo, fazendo com que a mancha de sangue apareça.

É possível constatar várias causas, assim como traumas após a coceira constante nos outros ou após esfregá-los constantemente, assim como esforços físicos, quando demasiados, podem causar este tipo de consequência, principalmente em atividades de carregamento de peso.

Tosse prolongada ou espirros constantes também podem ser a causa do derrame ocular, assim como fazer muita força para ir ao banheiro, pois as pequenas veias dos olhos são extremamente sensíveis, fazendo com que os vasos possam romper-se facilmente. Vômitos constantes, infecções graves nos olhos e cirurgias variadas na região do olhar também poderão causar este tipo de malefício ao corpo.

Como tratar o derrame no olho?

Pingando colírio no olho

Normalmente o tratamento não é necessário, o derrame ocular acaba por desaparecer dentro de alguns dias, fazendo com que a visão volte ao normal e permitindo que a mancha de sangue desapareça rapidamente, porém, em alguns casos, é possível que este tipo de complicação persista, podendo acelerar seu tratamento.

Fazer compressas com água fria duas vezes ao dia poderá auxiliar na rapidez para a cura do derrame ocular, além de que alguns tipos de colírios também poderão ajudar no tratamento, fazendo com que a irritação e a aspereza possam diminuir.

É necessário tratar corretamente o derrame no olho para que sua visão não seja afetada, recorrendo às opções de cuidados e visualizando os sintomas e quais as possíveis causas que podem ter gerado este tipo de complicação em seu organismo.

Assista o vídeo a saiba mais sobre a saúde ocular.

Sobre a Saúde ocular

Mais artigos sobre olho e derrame

1 voto



Gabriele
05/12/13


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook