3 atitudes para aumentar sua produtividade

Com algumas medidas simples, é possível levar uma vida com menos estresse e mais resultados, potencializando sua produtividade.

Lista de tarefas do dia

Atualmente, nosso dia a dia é tão cheio de pendências que fica difícil deitar a cabeça no travesseiro sem se lembrar de fazer mil coisas. A velocidade em que tudo acontece e é cobrado, então, não ajuda nem um pouco: estamos nos tornando pessoas ansiosas, que ficam sufocando-se em tarefas – muitas vezes não cumpridas ou feitas de qualquer jeito – e esquecendo-se de viver.

Porém, piores do que isso, são a frustração e o sentimento de fracasso que surgem quando percebemos que não estamos conseguindo “dar conta de tudo”. Se você se identifica com esta situação e está sempre adiando os planos ou questionando a qualidade do seu tempo, confira algumas dicas simples que farão a diferença na sua produtividade e aproveite seus dias sem peso na consciência.

Mais sobre 3 atitudes para aumentar sua produtividade

Cuide do seu corpo

A primeira coisa a ser feita é tomar cuidado com a saúde e manter-se bem. Você não conseguirá cumprir aquela meta de trabalho ou arrumar a casa se estiver com sono ou indisposto, por exemplo. Cada pessoa precisa de uma quantidade de horas de descanso (a média é de 8) para que o organismo renove as energias para o dia seguinte. Portanto, apesar da vontade de ficar até tarde na internet ou terminar algum trabalho durante a madrugada, é extremamente importante respeitar o seu horário de sono.

Mulher dormindo

A alimentação também não fica de fora: procure consumir sempre alimentos leves e de fácil digestão, especialmente depois das 20h. Frutas e muita, muita água devem estar sempre presentes no seu dia a dia. Preste atenção ao que consome, preferindo sempre um cardápio variado e equilibrado, com os nutrientes certos para melhorar a sua imunidade e concentração. Por fim, procure praticar exercícios físicos com regularidade, para promover ainda mais disposição.

Organize suas tarefas

Faça sempre uma lista de tudo o que precisa ou deseja fazer, na frequência que achar necessária (todos os dias, a cada semana ou a cada mês). Pode ser na agenda, no bloco de notas do computador, no post it colado no mural ou em algum aplicativo, como o Evernote e o Wunderlist. Eu, particularmente, prefiro preparar minhas “listas to do” online, pela facilidade de edição e mobilidade; mas, tendo suas tarefas anotadas, o lugar não é tão importante (só não escreva em um pedaço qualquer de papel que depois será perdido ou jogado fora, claro).

Listou tudo? Agora é hora de definir prioridades para as suas tarefas, separando-as por prazos, duração, grau de dificuldade e subtarefas, se necessário. As mais importantes estarão sempre em primeiro lugar. Minha leitura de blogs pode ficar para depois, por exemplo, e o seminário da faculdade que será apresentado amanhã é que deve tomar conta da minha tarde. Da mesma forma, se eu tenho uma hora livre, não começarei algo que leva no mínimo duas. Pode parecer difícil “classificar” as coisas no começo, mas é apenas uma questão de saber ajustar seu dia de acordo com as necessidades.

Lista de coisas para fazer

Abandone as distrações

Por fim, mãos à obra! Tenha (muita) força de vontade e tome coragem para riscar o próximo item da lista, mesmo que seja alguma tarefa chatinha. Lembre-se: é importante! Deixe o celular longe, feche o Facebook se estiver no computador, procure um lugar silencioso e dedique-se exclusivamente ao que precisa fazer.

Uma técnica bastante eficiente para isso é a “Pomodoro”, que consiste em dividir a ação em blocos de tempo. Ao começar, coloque o despertador do celular para tocar dali a 20 minutos. Neste tempo, aja como se a tarefa fosse tudo o que existisse no mundo e ignore o ambiente ao seu redor. Quando soar o alarme, para espairecer, faça uma pausa de 5 minutos para qualquer atividade prazerosa que não esteja relacionada à tarefa (sim, agora pode checar a notificação do Twitter). Depois, recomece o trabalho e repita o procedimento por mais três vezes, antes de fazer uma pausa mais longa. Desta forma, você ficará mais concentrado e menos cansado mentalmente.

Com estas atitudes, seu rendimento pessoal e profissional será muito maior e a sensação de “preciso fazer tantas coisas que nem sei por onde começar” será substituída pela satisfação de missão cumprida. Boa sorte! (Ou devo dizer “boa autodisciplina?)

08/01/14 por Luane Silvestre

   



Mais informações por email

Comentar